Translate Me!

Aperitivos Caninos




Nem só de música e artes
se vive o pós almoço...

Sempre gostei muito de animais
cachorros, então, meus preferidos
coincidência de açougueiro?

Cachorros...
sempre por perto...


Também ajudavam passar tempo...

Meu pai gostava de um aperitivo
para esquentar, se o clima estivesse frio
esfriar, se quente
para dar ânimo, se cansado
relaxar, se na correria
para ficar feliz, se triste
ou para comemorar...

Cachorros ao meu lado...
dia inteiro...

Resolvi dar pinga pra cachorro
ver reação...

Seringa
agulha
pinga
paqüera
muchiba...

Pinga no tira-gosto canino
pedaços jogados na rua
cachorros correndo
de um lado para o outro
em busca de seus aperitivos

Depois de alguns drinks engolidos
o resultado...

cachorros tontos
zig zag
pela rua...

1 ponto(s) de vista sobre esse poema:

Quem sou eu

Minha foto
Marcio Pacheco
I was born in 1978, in Itauçu. A very small town in the heart of Brazil...
Visualizar meu perfil completo

Meu Perfil no Facebook

Postagens mais visitadas

Deixe seu recado...


Seguidores

Torne-se um Leitor

 

Sobre mim!

Neste blog você encontra as poesias que fui escrevendo ao longo de minha vida. A grande maioria delas tem caráter auto-biográfico, mas nem todas. A sua missão é entrar em meu mundo, que agora abre as portas para você, e descobrir quem sou eu.

Meu nome é Marcio Pacheco. Sou formado em Letras (Português/Inglês), pela UFG e bacharelando em Informática pelo IFG Inhumas GO. Também sou missionário da RCC, desde 1996 e fundador do blog de reflexão do evangelho A Boa Semente.

Se quiser, visite meu perfil no facebook, adicione o meu twitter ou, simplesmente, mande-me um email.

Deus te abençoe sempre!

Visitem, também, meu mais novo projeto, o Vocenanet.com.