Translate Me!

Pá Assassina




A visão que tive
deixou-me alarmado...

Ainda ontem havia sombra no estacionamento...

Barulhos pela manhã
movimentos inusitados dentro do portão fechado...

Haviam duas moradoras de longa data
radicais...

Passava pelo corredor, quando escutei o barulho...
a cena...

Uma já deitada no chão
sem esperança da seiva continuar a correr em si...
A outra, como que insistisse em se agarrar no solo...
solo... solidão
desespero...

Escutei o grito da árvore
que era violada

m e c a n i c a m e n t e . . .

(o choro das folhas continuou a ser ouvido em mim...)

0 ponto(s) de vista sobre esse poema:

Quem sou eu

Minha foto
Marcio Pacheco
I was born in 1978, in Itauçu. A very small town in the heart of Brazil...
Visualizar meu perfil completo

Meu Perfil no Facebook

Postagens mais visitadas

Deixe seu recado...


Seguidores

Torne-se um Leitor

 

Sobre mim!

Neste blog você encontra as poesias que fui escrevendo ao longo de minha vida. A grande maioria delas tem caráter auto-biográfico, mas nem todas. A sua missão é entrar em meu mundo, que agora abre as portas para você, e descobrir quem sou eu.

Meu nome é Marcio Pacheco. Sou formado em Letras (Português/Inglês), pela UFG e bacharelando em Informática pelo IFG Inhumas GO. Também sou missionário da RCC, desde 1996 e fundador do blog de reflexão do evangelho A Boa Semente.

Se quiser, visite meu perfil no facebook, adicione o meu twitter ou, simplesmente, mande-me um email.

Deus te abençoe sempre!

Visitem, também, meu mais novo projeto, o Vocenanet.com.