Translate Me!

Enquanto espero a assembléia





Minhas mãos percorrem
sem saber
o que escrever
deslizam o teclado

sentado
esperando
mais um momento importante
sendo organizado

sentado
esperando
e a tradução do que se vive
do que se sente
do que se pensa

esvazia-se se o pensamento
não dormi bem esta noite
um estouro que ecoou madrugada afora

Agora é como se a cabeça fossem duas
mas não há processamento normal
curto-circuito

meu rosto não reflete o que sinto
o cansaço não deixa eu movimentar meus músculos
acho melhor assim
às vezes falo demais
outras de menos

Tão complicado e hibrido meu ser
latente em emoções
sensível em minha limitação

tenho me achado exagerado
o pior é quando as pessoas também o afirmam
o espelho não me deixa
mentir para mim mesmo

a verdade do que é visto
me incomoda

realmente há de se mudar
há de se reenquadrar
há de se tomar atitudes

a música diz
"O amor gera atitudes"
o desespero também

Mesmo que eu já tenha tomado algumas
às vezes sou impaciente
Mesmo Deus tendo me dado sabedoria
para saber esperar a hora certa
há coisas que eu gostaria que fossem imediatas

Eu não entendo o porquê
mas meu escrever é como uma necessidade
um exercício de tranparência

até onde é bom ser transparente?
até onde devo revelar os pensamentos meus?

Tenho medo de ferir as pessoas
falando o que penso
sem usar as peneiras

ultimamente eu sei que feri
uma antiga amiga
algumas vezes fui muito sincero
e não precisaria ter sido tanto assim

a omissão não é pecado
mas eu acabei me treinando para ser
exageradamente transparente
e sincero

é por isso que não gosto de pessoas falsas
prefiro a verdade doída
à mentira deleitante
ouvindo ou dizendo
assim sou
assim espero que sejam
e se não o são
há decepção
mas se assim sou
decepciono

e agora?
o que fazer??

0 ponto(s) de vista sobre esse poema:

Quem sou eu

Minha foto
Marcio Pacheco
I was born in 1978, in Itauçu. A very small town in the heart of Brazil...
Visualizar meu perfil completo

Meu Perfil no Facebook

Postagens mais visitadas

Deixe seu recado...


Seguidores

Torne-se um Leitor

 

Sobre mim!

Neste blog você encontra as poesias que fui escrevendo ao longo de minha vida. A grande maioria delas tem caráter auto-biográfico, mas nem todas. A sua missão é entrar em meu mundo, que agora abre as portas para você, e descobrir quem sou eu.

Meu nome é Marcio Pacheco. Sou formado em Letras (Português/Inglês), pela UFG e bacharelando em Informática pelo IFG Inhumas GO. Também sou missionário da RCC, desde 1996 e fundador do blog de reflexão do evangelho A Boa Semente.

Se quiser, visite meu perfil no facebook, adicione o meu twitter ou, simplesmente, mande-me um email.

Deus te abençoe sempre!

Visitem, também, meu mais novo projeto, o Vocenanet.com.